INTERVENÇÕES NO ÂMBITO DO PLANO ESTRATÉGICO DE DESENVOLVIMENTO URBANO (PEDU)

4 fevereiro 2021, 2:54 pm
Publicado em Notícias
Ler 162 vezes

obras fever A visão de Vila Real do séc. XXI projetada pelo Município começa a ganhar forma à medida que algumas das intervenções previstas no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) vão sendo finalizadas. Uma Vila Real mais acessível, mais inclusiva e mais solidária é este o objetivo dos projetos em execução que estão a transformar a cidade, devolvendo-a às pessoas.

A rua Alexandre Herculano, cuja requalificação foi recentemente concluída, é mais um bom exemplo do paradigma Vila Real do Futuro, como referiu Adriano Sousa, que tutela o pelouro responsável pelo projeto, por ocasião de uma visita efetuada a estas obras. O vereador aproveitou para deixar um apelo aos automobilistas para que respeitem os residentes, pois qualquer cidadão tem o direito a aceder à sua habitação sem dificuldade.

Nesta visita foi ainda possível verificar o andamento das obras de requalificação do arruamento e instalação de meio mecânico da Rampa do Calvário, que ligará a cota baixa da Av. Almeida Lucena com a cota alta do Largo do Pioledo, empreitada que avança também a bom ritmo. Salienta-se neste projeto o acabamento em betuminoso previsto para o pavimento do arruamento da Rampa do Calvário facto que, aliado à introdução da circulação nos dois sentidos no Pioledo, permitirá potenciar a utilização destas vias no acesso ao centro da cidade, diminuindo-se assim o congestionamento de trânsito noutras zonas, como referiu o presidente da câmara municipal Rui Santos.

O autarca, consciente dos transtornos causados pelas obras, embora em parte minimizados pelo confinamento provocado pela pandemia, aproveitou para solicitar a compreensão de todos os cidadãos pelos constrangimentos provocados, sublinhando que é por uma boa causa e que depois de concluídas todas as obras Vila Real será uma cidade melhor e de todos, sem exceção.

Estas empreitadas vêm juntar-se a muitas outras que estão concluídas, lançadas ou já em execução, num total de 17 milhões de euros comprometidos, o que representa 95% das intervenções previstas, faltando apenas avançar com o projeto da ponte pedonal e ciclável sobre o rio Corgo.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários