Agrupamentos de Escolas do concelho munidos de Kit's didáticos no âmbito do Projeto “Água e ecossistemas ribeirinhos”

kits didaticos kits didaticos2 kits didaticos3

Na sequência da formação de vinte e seis monitores, no âmbito do Projeto Rios - “Água e ecossistemas ribeirinhos” do Programa de Preservação da Biodiversidade de Vila Real (PPBVR), o Vereador do Pelouro do Ambiente, Eng. Miguel Esteves, fez a entrega dos Kit’s didáticos, adquiridos pelo Município no âmbito do projeto Seivacorgo, oferecidos aos docentes aderentes ao Projeto Rios - “Água e ecossistemas ribeirinhos”.

Com a implementação destas ações nas escolas do Município, pretende-se continuar a apostar estrategicamente na preservação da biodiversidade do território, privilegiando áreas que fomentem a sensibilização ambiental, com especial projeção na política ambiental implementada através do Programa de Preservação da Biodiversidade de Vila Real. O desafio deste projeto escola, a realizar ao longo do ano letivo 2012/2013, foi abraçado pelos agrupamentos de escolas e escola privada do concelho, nomeadamente: Agrupamento Diogo Cão, Centro Escolar das Árvores e Escola EB1 nº3/JI S. Pedro de Vila Real (Corgo), Escola Secundária de S. Pedro, Escola Morgado Mateus, Escola Monsenhor Jerónimo do Amaral e o Colégio da Boavista.

Esta ação técnica específica está inserida no Programa de Preservação da Biodiversidade de Vila Real (PPBVR) que contempla a execução dos projetos SEIVACORGO e “Proteger é Conhecer”. O Município e a Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), têm como objetivo a participação social na conservação dos espaços fluviais, procurando acompanhar os objetivos apresentados na Década da Educação das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e contribui para a implementação da Carta da Terra e da Diretiva Quadro da Água.
O Município disponibilizou a formação financiando a adoção e monitorização de um troço de rio pelos docentes aderentes, de modo a promover a sensibilização da sociedade civil para os problemas e a necessidade de proteção e valorização dos sistemas ribeirinhos, através da adoção de 500 metros de um troço de rio ou ribeira. Com a aplicação prática deste projeto é possível aprender a valorizar a importância das linhas de água, implementar uma rede nacional através da observação, monitorização ou vigilância, visando a conservação e adoção de diferentes troços de rios. Pretende-se ainda desencadear um conjunto de atividades experimentais de educação ambiental e participação pública, no sentido da implementação da Diretiva Quadro da Água.