NOVO PLANO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

3 maio 2021, 8:33 am
Publicado em Notícias
Ler 135 vezes

defesa incendios O novo Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios do concelho de Vila Real foi aprovado, por unanimidade, na sequência da reunião da respetiva Comissão (CMDFCI), realizada no dia 28 de abril. Entrará em vigor, pelo período de 10 anos (2021-2030), depois de parecer favorável do ICNF e aprovação da Câmara e Assembleia Municipal.

O Plano resulta da avaliação sistemática, efetuada pelos diferentes organismos envolvidos nestas matérias, à situação com que hoje é confrontada a floresta do concelho de Vila Real. Os problemas socioeconómicos, a ocupação do solo, a incidência espacial e temporal dos incêndios e os meios e recursos disponíveis, foram algumas das variáveis avaliadas pela Comissão que, depois do devido tratamento e discussão entre os organismos competentes, conduziram à elaboração deste Plano Municipal e à calendarização das intervenções a realizar nos espaços florestais sinalizados, nos próximos anos.

A intervenção preconizada divide-se em cinco Eixos Estratégicos: Aumento da Resiliência do Território aos Incêndios Florestais, Redução da Incidência dos Incêndios, Melhoria da Eficiência do Ataque e da Gestão dos Incêndios, Recuperação e Reabilitação dos Ecossistemas e Adaptação de uma estrutura Orgânica Funcional e Eficaz, todos com o objetivo comum de diminuição do número de incêndios e das áreas anualmente ardidas, destacando-se os espaços florestais (áreas e investimentos) onde será necessário executar intervenções de gestão de combustíveis (Redes Primárias, Secundárias e Terciárias de Gestão de Combustíveis, Rede de Pontos de Água de Apoio ao Combate, Ações de Informação e Sensibilização para a população).

Este documento estratégico apresenta uma estimativa de investimento de cerca de 12 milhões de euros, a realizar essencialmente pelos detentores da propriedade e pelos gestores de infraestruturas públicas presentes nos espaços florestais (Ex: Estradas, linhas de média e alta tensão) relevantes na infraestruturação dos espaços florestais para a defesa contra incêndios.

Salienta-se que o Plano anterior foi realizado na sua plenitude tendo sido, em algumas matérias, porque relevantes, claramente ultrapassado o conjunto de ações previstas, consolidando-se desta forma a trajetória positiva de clara diminuição do número de incêndios e áreas ardidas, o que contribuiu para uma melhoria ambiental do concelho de Vila Real e para o incremento da competitividade do sector florestal.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários