MUNICÍPIO VAI AVANÇAR COM AÇÃO EM TRIBUNAL CONTRA EMPRESA NESINOCAS E SEGUROS CRÉDITO AGRÍCOLA

12 abril 2019, 2:33 pm
Publicado em Notícias
Ler 329 vezes

calvario O presidente da Câmara de Vila Real anunciou que o Município irá avançar com uma ação em tribunal contra a construtora Nesinocas e os Seguros Crédito Agrícola, na sequência do atraso na reparação dos danos causados pela queda de uma grua no Campo do Calvário em novembro do ano passado. Rui Santos adiantou ainda ser “intolerável este atraso que, a cada dia que passa, está a obrigar o Sport Club Vila Real a recorrer ao aluguer de outros campos para os treinos e jogos das camadas jovens, com avultados encargos financeiros associados”.
Recorde-se que no dia 26 de novembro de 2018, em resultado de um forte temporal, caiu no Campo do Calvário uma grua que estava ao serviço da empresa Nesinocas, causando estragos na bancada e no relvado sintético. Na altura a empresa apressou-se a assumir a responsabilidade pelos estragos assim como a rápida resolução dos mesmos. Da avaliação dos danos resultou um orçamento de cerca de 280 mil euros, necessários para a reparação da bancada e substituição total do relvado sintético, imprescindível para manutenção da certificação da FIFA, uma vez que o tipo de relva sintética instalado no Campo do Calvário foi descontinuado e a certificação da FIFA exige que o relvado seja todo igual.
A Câmara Municipal encarou todo este processo de boa-fé, acreditando numa rápida resolução, o que não se veio a verificar, uma vez que, por um lado a empresa desligou-se de todo este processo empurrando a responsabilidade para a seguradora e esta, de acordo com o esclarecimento prestado na sequência de um pedido da autarquia, informou que o processo ainda está em fase de instrução e averiguação, aguardando-se o relatório do perito. Ora passados vários meses desta ocorrência, e depois de várias tentativas de resolver as coisas pela via amigável, a Câmara Municipal entendeu ser a hora de agir.
Assim, a Câmara Municipal de Vila Real decidiu avançar com as obras no Campo do Calvário, encetando para o efeito os procedimentos públicos necessários para adjudicação da obra, assumindo os encargos da mesma. Paralelamente irá acionar os meios legais ao seu dispor para obrigar a Seguros Crédito Agrícola a ressarcir a edilidade e o Sport Clube de Vila Real pelos pesados encargos financeiros que se viram obrigados a assumir.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários