Projeto +Social envolve comunidades mais vulneráveis na abordagem de temas estruturantes ao seu desenvolvimento harmonioso

De 21 a 23 de maio, irão desenrolar-se um conjunto de atividades, no âmbito do Projeto +Social E5G, que desafiam as comunidades abrangidas por este projeto, nomeadamente as famílias provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, oriundas de quatro bairros sociais da cidade – Parada de Cunhos, Vila Nova, S. Vicente de Paula e Araucária.
Atividades:
• 21 de maio, no Bairro social de Parada de Cunhos, pelas 14h30 - "Comportamentos e atitudes dos pais em relação à alimentação dos filhos" - destinado a todos os pais e cuidadores, tendo em vista sensibilizar para adoção de hábitos alimentares saudáveis;
• 22 de maio, na sala da catequese da Igreja de Stº António e 29 de maio, no espaço Mais Social de Vila Nova, entre as 21h00 e as 22h00 - "Pais e a educação sexual dos seus Filhos" – inscrições obrigatórias, mas gratuitas;
• 23 de maio, no Bairro social de Parada de Cunhos, pelas 17h30 - "Gestos que salvam - Primeiros socorros", destinado a Pais, Encarregados de Educação e a todos os interessados, com o objetivo de promover uma cultura de segurança, de modo a prevenir acidentes e suas consequências.
• Ainda no dia 23 de maio, no Parque Corgo, pelas 17h30, será promovida uma sessão designada por "Jardins Fotográficos", destinada a todas as crianças a partir dos 7 anos de idade que queiram participar, cujo objetivo passa por estimular o gosto pela arte da fotografia e que se integra, igualmente, no projeto Entre Margens.
O projeto +Social. E5G resulta de uma candidatura submetida pela Câmara Municipal ao Programa Escolhas 5ª Geração e tem como objetivo a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, oriundas de quatro bairros sociais da cidade – Parada de Cunhos, Vila Nova, S. Vicente de Paula e Araucária - com vista à igualdade de oportunidades e ao reforço da coesão social.