Projeto “ARTE NO PARQUE” abre a Semana do Ambiente 2018

7 junho 2018, 9:20 am
Publicado em Notícias
Ler 750 vezes

arte parque arte parque arte parque Iniciativa do Município Vila Real juntou diversos criadores artísticos para promover a arte no meio natural apelando à sensibilidade ambiental.
Procurando promover um dos espaços mais emblemáticos do seu território, o Município de Vila Real desenvolveu o projeto “Arte no Parque”, integrado na operação “Valorização Ecológica do Corgo” cofinanciado pelo Programa NORTE 2020. O projeto “Arte no Parque” consiste num desafio lançado a diversos criadores artísticos da nova geração de talentos ligados ao movimento street art, de forma a conciliar tendências, vivências e histórias do território com a biodiversidade de Vila Real, centrada no espaço ribeirinho do rio Corgo, espaço emblemático da natureza e de património biológico.

No último fim-de-semana (2 e 3 de junho) o Parque Corgo foi palco para a concretização final de uma escultura do artista plástico Tiago Sousa, com a instalação da salamandra-lusitânica (Chioglossa lusitanica), uma espécie endémica da Península Ibérica presente em Vila Real e que atualmente se encontra numa situação vulnerável em todo o território peninsular. A instalação encontra-se junto à entrada Nordeste do Parque Corgo, adornada com peças de olaria negra de Bisalhães de diferentes dimensões. Este projeto artístico faz uma relação entre dois símbolos do património local que atualmente correm o risco de desaparecimento. Contamos novamente com a presença do Bafo de Peixe para a instalação de corvos, que reúnem elementos de assemblagem e pintura que aludem ao conto de Miguel Torga- Vicente. Esta intervenção está localizada junto ao Parque Florestal, no limite entre este espaço e o Parque Corgo.

Marcou o primeiro momento do “Arte no Parque”, Bruno Rajão (conhecido por Bafo de Peixe) com uma escultura da vaca-loura, o maior escaravelho da Europa, nos jardins do café Concerto do Teatro Municipal. Seguiu-se Artur Bordalo, conhecido por Bordalo II que criou uma escultura dedicada às borboletas de Vila Real, produzida especialmente para este projeto, localizada nas imediações da ponte metálica pedonal que liga o Teatro Municipal e o Centro de Ciência de Vila Real.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários