UM MILHÃO DE ÁRVORES POR MUNICÍPIO PARA SALVAR O CLIMA

25 janeiro 2018, 9:29 am
Publicado em Notícias
Ler 1672 vezes

1m arvores

O projeto " Um milhão de árvores por município para salvar o clima" é um esforço planeado e coordenado pela Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza, com a colaboração e empenho dos municípios, freguesias e baldios dos respetivos concelhos.


Dia 26 de janeiro, pelas 15h00, na Campeã, Vila Real, será apresentado o projeto" Um milhão de árvores para salvar o clima", com a plantação de algumas árvores pelos alunos das escolas locais, pelas entidades participantes e pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.
O Município de Vila Real é o primeiro aderir a este novo projeto, assumindo o compromisso de atingir a ambiciosa meta de plantar um milhão de árvores no seu território nos próximos cinco anos.
O objetivo da Quercus e das demais entidades associadas é o de continuar a contribuir para um correto ordenamento florestal do território nacional, numa tentativa de melhorar a gestão e diminuir o risco de incêndio, através da implementação de mosaicos de floresta autóctone e da manutenção de faixas de espécies ripícolas ao longo das linhas de água.
A iniciativa pretende reflorestar cerca de 1.000 hectares de áreas públicas, privadas ou comunitárias por concelho com 1.000.000 árvores de árvores de espécies autóctones, tal como tem sido feito em todos os processos de reflorestação promovidos pela Quercus. Serão utilizadas técnicas de plantação, sementeira e aproveitamento da regeneração natural.
Com o objetivo de manter a floresta nativa com espécies autóctones, serão plantados carvalhos, castanheiros, sobreiros e outras, o que contribuirá para um aumento do sequestro de carbono, melhoria das propriedades e conservação dos solos, melhoria da qualidade da água e do ar e enriquecimento da biodiversidade de cada região.
Paralelamente, e como a conservação e gestão dos espaços florestais não existe se não existirem pessoas, a implementação deste projeto contribuirá para um aumento do bem-estar das populações rurais, do emprego, de novas oportunidades de empreendedorismo, e, de uma forma global, para melhorar a qualidade de vida das populações. O combate ao aquecimento global e às alterações climáticas tem de ser um combate de toda a sociedade para tentar evitar o colapso do planeta e a extinção das espécies.

O aquecimento global está diretamente relacionado com a acumulação de gases com efeito de estufa na atmosfera, como o CO2.
O método mais eficaz para retirar CO2 da atmosfera é plantar floresta.
Para além da Quercus, das Câmaras Municipais, das Juntas de Freguesia e dos Baldios, pretende-se envolver associações, escolas, universidade, empresas, grupos desportivos e recreativos e cidadãos em geral, que serão convidados a participar em todas as ações de planeamento e implementação necessárias no âmbito desta iniciativa.


QUE ESPÉCIES SERÃO PLANTADAS?
As espécies a utilizar neste projeto são:
Carvalho-negral; Carvalho-alvarinho; Carvalho-cerquinho; Pinheiro-bravo; Pinheiro-silvestre; Pinheiro-manso; Zimbro; Castanheiro; Sobreiro; Azinheira; Cerejeira; Nogueira; Bordo; Amieiro; Lodão-bastardo; Azevinho; Medronheiro; Pilriteiro; Freixo; Loureiro; Folhado; Macieira-brava; Pereira-brava; Salgueiro; Mostajeiro; Vidoeiro; Azereiro; Teixo; Zelha; Tramazeira; Sabugueiro.
As espécies serão instaladas, sempre que possível, em povoamentos mistos ou em mosaicos de modo a promover a maximização da biodiversidade e a diminuição do risco de incêndio.

 

Para mais informações contactar:

Quercus:João Branco, Presidente da Direção Nacional da Quercus
tlm: 937788472 - E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Município de Vila Real: Carlos Silva, Vereador
tlm: 939480902 - E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários