SEMANA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE DE GÉNERO

15 novembro 2017, 11:19 am
Publicado em Notícias
Ler 230 vezes

igualdade sem O Município de Vila Real, através do Projeto + Social.E6G, vai promover de 20 a 25 de novembro, a Semana de Promoção da Igualdade de Género. Será uma semana repleta de ações de sensibilização sobre as questões da igualdade de género e da violência doméstica, que culminará no dia 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, com a realização do II Seminário da Igualdade de Género.
Para a concretização das atividades previstas no âmbito da Semana da Promoção da Igualdade de Género foi fundamental a disponibilidade e colaboração de diversas entidades cuja ação diária se centra no combate às desigualdades e à discriminação, nomeadamente do CLDS_3G - Contrato Local de Desenvolvimento Social, da Catarse - Movimento Social, do Projeto Identidade e da APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.
Uma Marcha Silenciosa, no dia 20 de novembro, com início às 21h00, na Praça Diogo Cão, marcará o arranque das atividades entre as quais, para além de várias ações de sensibilização, se destaca, no dia 24 de novembro, a Peça de Teatro “1325”, alusiva à temática e que foi criada a pedido da autarquia.
Destaque ainda para o ciclo de cinema sobre a igualdade de género, no Café Concerto, e para o lançamento do vídeo “Vozes da Igualdade”, que irá acontecer no decorrer do Seminário, no dia 25 de novembro, no IPDJ.
Nos bairros sociais onde o Projeto +Social desenvolve a sua atividade irão decorrer igualmente algumas sessões de sensibilização sobre a problemática da igualdade de género e da violência doméstica dirigidas às crianças do projeto e suas famílias.
Recorde-se que o Projeto +Social, que desde a sua criação já chegou a cerca de 200 pessoas, desenvolve a sua atividade junto de crianças e jovens, residentes em cinco bairros sociais de Vila Real, com o objetivo de promover o desenvolvimento pessoal, social, cognitivo, moral, bem como a consciencialização dos seus direitos, deveres cívicos e comunitários.
Os 5 bairros alvo do projeto têm uma população próxima dos 1300 habitantes, onde cerca de 23% são crianças e jovens entre os 6 e os 30 anos, pelo que é fundamental que temáticas como a igualdade de género, a violência doméstica e a discriminação, sejam abordadas numa perspetiva pedagógica e de cidadania.

Classifique este item
(0 votos)
Login para post comentários